Falando um pouco sobre o HGRE11

Faaala Finansfera, beleza?

Em um post anterior, escrevi sobre minha decisão de começar a estudar Fundos Multi-3x (multi-imóveis, multi-inquilinos, multi-endereços) como uma forma de tentar uma diversificação maior, além de segurança sendo um pouco mais conservador.

E dentre os FIIs deste tipo, no segmento Lajes Corporativas (escritórios), verifiquei que dois FIIs se destacam: HGRE11 e BRCR11. Além destes estou acompanhando mais de perto também o FFCI11 e o KNRI11.

Mas, por que falar do HGRE11?

Continuar lendo

Anúncios

FIIs: Depois da compra em Fundos de Fundos, desistência de Agências Bancárias, vamos de Multi-Multi-Multi

Faaaala Finansfera, beleza?

Hoje quero falar um pouco mais sobre a saga do NooB (este que vos escreve) no aprendizado em Fundos de Investimento Imobiliários – FIIs.

Primeira compra: Fundos de Fundos

Em Janeiro deste ano fiz a minha primeira compra escolhendo o Fundo de Fundos BPFF11. Para quem está iniciando e não deseja correr tantos altos riscos, considero um caminho interessante estudar os FIIs desta categoria.

O BPFF11, que tem mais de 90% do capital em cotas de outros 20 Fundos, irá mal se o mercado imobiliário, no geral, for mal. Principalmente se os fundos que compõem a maioria de sua carteira andarem ruim das pernas. Cabe ao gestor, um papel ativo para minimizar perdas, fazer uma boa gestão.

bpff11-fev-grafico
75% das receitas do BPFF11 são provenientes dos Fundos em que aplica

Em março, o BPFF11 foi autorizado para emissão de novas cotas (outro pedido foi negado em Janeiro), uma maneira, acredito eu, não muito eficiente de manter padrão de renda do fundo ou evitar prejuízos. Se estou arrependido de ter comprado BPFF11? Não.

Acredito que foi uma boa entrada no mundo imobiliário, pois a diversificação obtida na composição de sua carteira foi de meu agrado. Além do mais, hoje tenho um Preço Médio de R$83 e, com seus proventos na casa dos R$0,67/cota, tenho um retorno de 0,8%. Claro que, com as altas vacâncias imobiliárias, nada é garantido daqui para frente. Continuar lendo

Primeira compra em FIIs: BPFF11, será que me dei mal?

Faala Finansfera, beleza?

fundos-imobiliarios-620x411

Hoje vim compartilhar a primeira compra que fiz em Fundos de Investimentos Imobiliários, FIIs. Conforme já contei em outras publicações, a adição deste tipo de investimento em minha carteira será uma prioridade em 2017, por alguns motivos como:

  • Estou praticamente na % desejada de alocação de ações: 20%. Assim, deixarei a carteira trabalhar este ano sem aportes. Farei a leitura dos balanços finais de 2016 das empresas, podendo caso necessário, ajustar alguma coisa. Mas creio que não terei problemas;
  • Estipulei uma percentagem de 15% do patrimônio em FIIs. Como o objetivo é ter 65% RF e 35% em RV, faz-se necessário iniciar a carteira neste tipo de investimento;
  • Aumento da Renda Passiva: Meu foco em Renda Variável é, além do crescimento ao longo do tempo, possuir uma renda passiva (o que já busco em ações com empresas pagadoras de dividendos). FIIs, pelas suas características, configuram-se como o tipo de investimento compatível.

Continuar lendo